Dicas para montar um cardápio de bebidas eficiente em seu restaurante

Dicas para montar um cardápio de bebidas eficiente em seu restaurante

Existem muitas maneiras de se montar um cardápio de bebidas para restaurante, que pode ser considerado um grande cartão de visitas do estabelecimento. Portanto, vamos te ajudar a montar seu cardápio com dicas fundamentais para impressionar ainda mais seus clientes e fidelizar os que você já possui.

Veja dicas de como montar um cardápio de bebidas condizente com seu público

Os Drinks, Refrigerantes, sucos e tudo que você oferece devem se relacionar com a proposta do restaurante. Sendo assim, é melhor focar em bebidas que sejam a especialidade da casa do que oferecer uma variedade de opções sem muita qualidade. Sem dúvida, qualidade é melhor do que quantidade!

Além de escolher e montar um cardápio de bebidas que seja condizente com seu público, é preciso ainda pensar em como divulgar essas opções ou combinações.
Vamos lhe ajudar a como organizar:

1- Bebidas não alcoólicas

São substâncias sem inserção ou fermentação alcoólica em sua composição, podendo ser naturais ou industrializadas. Os itens apresentados nesta categoria são:

Água, sucos de frutas naturais e industrializados, chá, bebidas não alcoólicas (geralmente feitas de frutas, água com gás, refrigerantes, etc.).

2- Bebidas alcoólicas

São substâncias que contêm álcool em seus ingredientes. Eles são formados de maneiras diferentes e têm diferentes teores de álcool, que variam de produto para produto.

Muitas dessas bebidas são consumidas na forma de coquetéis e bebidas. Nestes casos, ainda é necessário adicionar frutas, sucos, refrigerantes e outros elementos.

3- Bebida fermentada

Vinho e espumante são os produtos mais vendidos na categoria de bebidas fermentadas. Geralmente, eles contêm 8% a 12% de álcool e são obtidos por meio de um processo de fermentação de álcool.

Atenção! descreva os pratos de maneira atraente.

Cardápios com nomes de pratos exóticos e complicados desanimam qualquer cliente. Por isso, nada de ser enigmático. Mesmo que os garçons sejam orientados a esclarecer qualquer dúvida, é importante ter um cardápio claro e objetivo.

Mas nada impede que a criatividade seja usada na hora de descrever os pratos, como descrições sutilmente românticas, que ressaltem um sabor frutado ou uma textura suave e delicada, por exemplo:

3 dicas para fazer a descrição de Cardápio corretamente

Criar um prato novo é só uma das missões de quem é responsável pelo cardápio de um restaurante. Mas, muito além de criar algo novo, está a divulgação e, independente, do que seja, o cardápio deve cumprir com o objetivo de ajudar a comunicar.

Seja em sua versão impressa ou digital, o cardápio é uma ferramenta indispensável no processo de vendas. A descrição de um cardápio deve conter obrigatoriamente:

  • Nome do item;
  • Descrição do item;
  • Preço.

As imagens que são adicionadas ajudam a ilustrar o que está sendo oferecido, como o produto pode ser consumido, a embalagem em que é vendido. Assim, as fotos precisam ser de boa qualidade e devem representar se não fielmente, o mais próximo daquilo que é vendido efetivamente.

blank

Gostou dessas dicas maravilhosas sobre como montar um cardápio de bebidas? Implemente-as em um cardápio online. Cadastre-se no ComprAqui e aproveite.

Deixe uma resposta